Make your own free website on Tripod.com


               O que é TERAPIA OCUPACIONAL ?

De acordo com uma de nossas alunas, que apresentou um trabalho sobre a Terapia Ocupacional na Jornada Científica do Centro Universitário São Camilo, em novembro de 2000:

                                               Por Ariad Mirella Souza Nascimento, 5º semestre de T.O., hoje, no 8º semestre, encontra-se em período de estágios supervisionados

O que é?

"É o campo de conhecimento e de intervenção em saúde, na educação e na esfera social que reúne tecnologias orientadas para a emancipação e autonomia de pessoas que, por razões ligadas a problemáticas específicas (físicas, sensoriais, psicológicas, mentais ou sociais) apresentam temporária ou defenitivamente, dificuldades na inserção à participação na vida social. As intervenções dimensionam-se pelo uso de atividades que é o elemento centralizador e orientador na construção contextualizada do processo terapêutico."

(Elizabete F.Mângia, 2000)

 

Como é feita?

É o terapeuta ocupacional que promove o desempenho funcional do paciente através da avaliação, prescrição, interpretação e seleção/ aplicação de atividades selecionadas de acordo com as dificuldades, necessidades, potencialidade, história de vida, condição sócio-cultural e projetos futuros. Determina quando necessário a adequação ambiental e prescreve a utilização de equipamentos assistidos para potencializar as funções.

 

Que tipo de atividades são utilizadas?

As atividades mais utilizadas são:

·        Lúdicas: jogos, brincadeiras...

·        Expressivas: desenho, modelagem, teatro, dança, ...

·        Artesanais: cartonagem, tapeçaria, ...

·        Da vida diária: escovar os dentes, almoçar, fazer compras, ...

·        De exercício,

·        Profissionalizantes.

 

Qual é a clientela atendida?

A clientela é bastante vasta, mas podemos citar:

Bebês de risco, crianças com alteração no desenvolvimento sensório-motor, crianças com dificuldades de aprendizagem, portadores de doenças mentais, portadores de deficiências mentais, pacientes com comprometimento ortopédico e/ou neurológico, portadores de doenças ocupacionais, pessoas em situação de desajuste social.

 

Quais são os locais de atuação?

Consultórios, hospitais, clínicas, escolas, empresas, centros de saúde, oficinas terapêuticas, instituições penais, casas de repouso, centro de reabilitação, home care, etc.



Segundo a Word Federation, em sua definição de 1993,  Terapia Ocupacional é:


Terapia Ocupacional é uma disciplina da saúde que diz respeito a pessoas com
diminuição, déficit ou incapacidade física ou mental, temporária ou permanente. O Terapeuta Ocupacional profissionalmente qualificado envolve o paciente em atividades destinadas a promover o restabelecimento e o máximo uso de suas funções com o propósito de ajudá-los a fazer frente às demandas de seu ambiente de trabalho, social, pessoal e doméstico e a participar da vida em seu mais pleno sentido.
Terapia Ocupacional pode ser indicada para qualquer ou todos dos seguintes itens:

A seleção dos procedimentos são de acordo com as necessidades de cada paciente. Em todos os casos a observação, a análise e o seguimento são parte essencial na função de um Terapeuta Ocupacional. O êxito no tratamento depende em grande parte das relações individuais e grupais envolvidas, e do esforço com que cada paciente pode ser encorajado no sentido de sua recuperação.
Os programas de Terapia Ocupacional são parte de serviços de saúde em hospitais (tratando desordens físicas ou mentais), hospitais-dia, centros de reabilitação, instituições geriátricas programas de atenção domiciliar, escolas e clínicas especiais, reformatórios, programas nas comunidades e em outras organizações que provêem reabilitação e/ou serviços de prevenção, ambos dentro e fora do modelo médico. O Terapia Ocupacional contribui para a reabilitação total do paciente em conjunto com os outros membros da equipe de tratamento.

 

VOLTAR À PÁGINA INICIAL